Como construir novas relações de amizade na fase adulta?

Autor e fundador das Blue Zones sugere atividades para desenvolver novas amizades e fomentar relações saudáveis

Uma das práticas dos habitantes das regiões mais longevas do mundo envolve a valorização das relações interpessoais, tanto com familiares quanto com amigos. Esse exercício social também se estabelece como um dos pilares da Medicina do Estilo de Vida, sendo os relacionamentos saudáveis um dos seis pontos a serem trabalhados pela especialidade, além de alimentação, atividade física, sono, controle de tóxicos e estresse. 

O autor Dan Buettner, fundador do Blue Zones, na publicação “The Blue Zones Challange” sugere um guia de quatro semanas e um programa de sustentabilidade de um ano para uma jornada pela promoção de saúde. Nele, o escritor também reflete sobre a construção de laços de amizade na vida adulta e fornece dicas para quem quer se aproximar de círculos sociais e, assim, conquistar novos amigos. 

De acordo com ele, um recente estudo descobriu que a maioria dos adultos entrevistados não aumentava o seu núcleo social há mais de cinco anos. Dentre as causas, está a necessidade de exposição e a dificuldade de encontrar indivíduos com os mesmos interesses. No entanto, para o autor, edificar essas relações é essencial para um envelhecimento com maior felicidade e longevidade – e também reforça o propósito de vida. Assim, ele estabeleceu algumas indicações para aproximar indivíduos e fortalecer as novas amizades. 

  • Seja simpático: estar aberto a ouvir, perguntar e elogiar genuinamente as pessoas é uma forma de conhecê-las de verdade. Em um ambiente social, o escritor sugere desligar o celular e vivenciar o momento de socialização com completa atenção;
  • Voluntarie-se em sua comunidade: além de se estar perto de uma causa que conversa com o propósito de vida, é uma atividade frequente que estimula conhecer pessoas com interesses semelhantes; 
  • Olhe ao redor: converse com pessoas que já estão presentes na sua vida e aprofunde as relações casuais. Pai de um colega da classe do filho, um conhecido do trabalho podem ser potenciais novas amizades;
  • Junte-se a um grupo: participar de um “clube do livro”, uma liga esportiva ou até mesmo um grupo religioso é uma forma de tentar novas conexões. Segundo uma pesquisa, os dinamarqueses estão entre as nações mais felizes do mundo e cerca de 92% da população integra algum grupo social. 
  • Comece um novo curso: retornar aos estudos, em um novo curso ou aula, é ideal para experimentar um interesse e também entrar em contato com um novo núcleo; 
  • Aplicativos: assim como em relacionamentos amorosos, também existem aplicativos para encontrar novos amigos. Embora, a princípio, seja virtual, é uma alternativa para o período de pandemia e para rotinas mais atribuladas.     

 

Texto adaptado do artigo: www.bluezones.com/2021/11/how-to-make-friends-as-an-adult 

ASSOCIE-SE

Venha fazer parte desta mudança!